quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Reino Unido de Portugal e Algarve



Sou monárquico, e assumo isso desde já, para mostrar que existe uma alternativa, talvez para mudar certas opiniões, ou não. Os senhores que forem a favor desta doutrina, desta república "democrata" à portuguesa espero que leiam até ao fim e se comecem a preocupar.
— Muito se fala em não votar nos dias de hoje, coisa que eu já digo há muito tempo. Não voto, não só por esta não ser a doutrina, com a qual me identifico, e não só, por não gostar de ver o Algarve incluido neste país. Não voto principalmente por que a democracia em Portugal é coisa que não se vê. Ela na verdade nunca existiu em Portugal, digam o que disserem, ela apenas existe no papel e não passa de um esboço. Até salazar se comprometeu com a democracia mas levou mais a sério o compromisso autoritário. Desde 1974 que a democracia se vinha a afirmar mas rapidamente perdeu o sentido e desapareceu, por causa das governacões pouco inteligêntes e ao mesmo tempo corruptas. A corrupção é coisa banal em Portugal, faz parte, Portugal esta mergulhado numa corrupção política profunda, e muito provavelmente desde 74.
A república foi imposta ao povo de uma forma brusca e violenta, sem que ninguém tenha votado para tal. A república prometeu muito ao povo e sempre deixou o país e o povo na vergonha e na miséria. Não se deixou que os verdadeiros valores portugueses, de uma nação com grandes feitos históricos amadurecesse para uma democracia mais seria e respeitada a nível nacional e internacional. Assassinou-se o Rei e o futuro Rei de Portugal, e expulsou-se o último Rei D. Manuel II. Imaginem o que seria assassinar um príncipe ou mesmo um Rei nos dias de hoje num país como Inglaterra, ou Espanha. O que aconteceu na altura não foi só um golpe de estado, ou um assassinato de um chefe de estado mas sim a morte de Portugal na minha opinião. Portugal perdeu o seu verdadeiro representante desde a sua fundação. Perdeu o seu verdadeiro vereador do povo. Os politicos perderam a vergonha e fazem o que querem, o povo impotente não sabe o que fazer. Claro que Portugal é o seu povo, a língua, território e a sua cultura. A sua cultura e a sua história de mais de 800 anos provem de vários reinados, que fazem com que Portugal apenas seja grande no passado, hoje e desde há mais de 100 anos que Portugal é um país mais do que pequenino, é um país indiferente aos olhos do resto do mundo, é um país com pouca ambição e com pouca capacidade de vencer. Mas tudo isso é normal, um presidente da república nunca tem o impacto político que tem um Rei, tal como uma república também não tem o valor que tem uma monarquia. Um presidente ganha as eleições e olha para o seu cargo com um prémio, um tacho, enquanto um Rei nasce para ser Rei, tem uma educação desde pequeno para vir a executar essa função um dia, não existindo ninguém melhor preparado para desempenhar o papel de chefe de estado. Não há ninguém melhor para representar Portugal. Um Rei tem um grande impacto a nível internacional, fazendo da sua nação uma grande nação. Por mais que nós pudéssemos achar que a monarquia é uma visão arcaica, a verdade é que a república também não é coisa moderna, e tem os seu grandes males, e os seus males estão há vista de todos. Portugal é hoje um país sem dono. Um povo quando vota para seu presidente, vota em alguém que acha que está melhor preparado, vota até em alguém que tem uma cor política, vota em alguém  que os media querem que ganhe as eleições, e tudo isso é extremamente negativo para o povo mas, é apenas a máquina deste regime a funcionar e a influenciar. Um chefe de estado nunca deveria de ter cor política, deveria ter apenas um partido, e esse partido ter apenas o nome de Portugal, mas isso só acontece com um Rei.



Não votem neste regime,
Repúblicas só nas universidades,
Não votem nestes partidos que deveriam ser todos remodelados,
Nestes "governates" e "deputados" que deveriam de ser considerados traidores do povo,
Traidores de Portugal,
Manifestem-se para que o Rei volte,
Manifestem-se que Portugal volte.

1 comentário:

  1. Concordo com as tuas palavras mas sera mt complicado ou impossivel voltar a traz mas estou disponivel a td para ajudar...

    ResponderEliminar